Uma dúvida que muitos estudantes possuem é como revisar aquela matéria que já foi estudada anteriormente, mas sem precisar ler todos aqueles textos novamente para, no final, acabar não revisando, ou não entendendo, nada.

Essa preocupação é muito importante, pois, independente da forma como você estuda a matéria, o momento da revisão do conteúdo amplia as chances de fixá-lo na cabeça, ou seja, lembrar de tudo o que você estudou, principalmente na hora da prova, por exemplo.

Dessa forma, é essencial que você avalie o seu desempenho nos estudos e o seu nível de conhecimento e crie a sua melhor forma de revisar o estudo.

1. Como revisar uma matéria estudada há pouco tempo

Se você tiver terminado de estudar uma disciplina há pouco tempo, a revisão será diferente. Para a parte mais teórica, você pode optar por escrever resumos e anotações e rever o conteúdo através delas.

A partir desses resumos e anotações, você pode fixar os pontos-chaves do conteúdo e garantir a resolução efetiva de questões, principalmente durante a prova.

O importante é não voltar muito na teoria e procurar sempre utilizar um resumo com fórmulas e quebrar a cabeça com questões.

2. Como rever um conteúdo absorvido há meses

Se você viu o conteúdo há meses, é preciso avaliar o que você ainda lembra dele. Mas se você não consegue lembrar dos pontos principais, é preciso rever todo o conteúdo novamente.

Mas, calma. Não precisa se desesperar. Quando você estuda pela segunda vez, o estudo tende a ser mais rápido, porque você vai lendo e começa a se lembrar aos poucos do que estudou, mas, ainda assim, você terá que rever todo o conteúdo.

Não opte por ver vídeos ou tentar resumos, nesse caso é importante estudar mesmo pelo seu material, há não ser que seja uma disciplina que você tenha muita dificuldade.

3. Não demore nas revisões

As revisões devem ser rápidas e não tomar muito tempo, em média são apenas 10% a 20% do tempo estudado.

Como as revisões são mais rápidas, você pode elaborar esquema, mapas mentais ou flashcards para ajudar nesse processo. Ao ler um livro ou PDF, por exemplo, você pode destacar definições, fórmulas, textos em negrito, primeiras palavras de uma frase e criar listas com termos importantes.

Lembre-se que cada maneira de estudar ou revisar vai depender somente de você e do seu nível de desempenho. Não adianta imitar aquele método infalível da amiga, sendo que para você ele não serve.

No entanto, independente da forma que você estuda ou revisa, descobrir a melhora forma para você só vai otimizar os seus estudos e não complicar sua jornada.

Fonte: Blog Método de Estudo